Hoje a história escolhida é uma forma de ilustrar para vocês que um desconforto e uma insatisfação são prato cheio para a inovação e o início de grandes negócios. Por isso, ao invés de nos sentirmos derrotadas quando estamos insatisfeitas, precisamos olhar profundamente nas oportunidades que podem surgir.

Foi justamente por estar “insatisfeita com os cabelos muito crespos e sem maleabilidade, a faxineira Heloisa Helena Belém de Assis, conhecida por Zica, natural da comunidade Catrambi (RJ), resolveu buscar uma solução. Nos anos 1970, contudo, ou a mulher alisava os fios com produtos que prejudicavam demais as madeixas ou assumia o chamado black power. Decidida, fez um curso de cabeleireiro na igreja da comunidade e estudou, durante dez anos, o fio crespo” (fontes nos comentários).

Dessa insatisfação, surgiu um negócio que atualmente tem diversos salões em quatro estados brasileiros “empreitada que rendeu a Zica Assis diversos prêmios como o das 10 Mulheres de Negócios Mais Poderosas do Brasil em 2013”.

Além de ser uma inspiração, ela reforça uma lição muito importante que sempre tentamos alertá-las: ninguém vende um produto ou um serviço, vendemos a transformação que geramos na vida dos nossos clientes. Sabe o que a Zica vende? “Não vendemos produto, vendemos autoestima”.

Você também conhece histórias inspiradoras de outras empreendedoras que transformam a vida de muitas pessoas? Compartilhe aqui!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *